segunda-feira, 15 de fevereiro de 2016

Lenda: Cabeça de Vaca

Olá pessoal! Hoje irei contar pra vocês a lenda de Cabeça de Vaca. Eu sei, é um nome estranho para uma lenda, mas ela é bem interessante, pois é uma lenda mortal. 


Está lenda é de origem japonesa, e tornou-se conhecida somente agora no século XXI. Mas surgiu mesmo no século XVII. Surgiu em uma pequena vila no sul do Japão,e causou um caos social muito grande. Pois existem relatos históricos de quem a ouvisse morreria horas depois. Para se ter uma ideia da proporção que tomou a coisa, a fim de se controlar um possível surto coletivo, esta lenda foi considerada ilegal e todos os seus pouquíssimos exemplares foram destruídos, sobrando somente o papel oficial. Que fora dividido em diversas partes e distribuído por todo país de forma irregular. Ficou curioso? Então acompanhe nas linhas abaixo todos os detalhes sobre esta lenda que persegue os japoneses há séculos! 



A lenda da Cabeça de Vaca 

Em um último relato, que data de meados do século XX, um professor que estava com sua turma em uma excursão – e por se tratar de uma turma numerosa todos estavam muito agitados – ao chamar a atenção de seus alunos, ele resolve contar uma velha história que seus avôs tinham lhe contado quando ele era pequeno. Essa história era, nada mais e nada menos do que, a história/lenda da Cabeça de Vaca. Por se tratar de um homem esclarecido, que não acreditava nos efeitos que tal lenda poderia causar e nem mesmo que poderia ser real, afim de chamar a atenção da turma, disse que se eles se calassem, ele iria contar uma história de terror e iria explicar tudo sobre ela. 

A Cabeça de Vaca. 


 Ao se sentarem embaixo de uma cerejeira, o professor chamou a atenção mais uma vez da turma, que se calou. Com a exceção de um aluno que clamava para que professor não contasse esta história para eles, este aluno foi ridicularizado pelos demais, alguns deram ouvidos ao jovem e se afastaram o bastante para que não fosse possível ouvir. De longe era possível ver o professor, que parecia diferente, sua pele se tornara pálida e seus olhos estavam brancos e foscos, sem brilho. Como se ele estivesse possuído por algo, ao retornarem para casa, o ônibus onde se encontrava a turma de alunos sofreu um acidente, onde a maioria dos jovens acabaram morrendo. Aos poucos, o professor foi recobrando os sentidos. Quando indagado sobre o que havia acontecido, o professor disse que não se lembrava de ter entrado no ônibus, só se lembrava de estar contando a história da Cabeça de Vaca, embaixo de uma cerejeira e depois acordar dentro do ônibus parcialmente destruído. A expressão de terror das autoridades foi tamanha que o professor foi condenado a morte, pois todos sabiam que esta história era proibida e não deveria ser contada novamente. Afinal de contas, todos que a conheciam e, por algum motivo não haviam morrido, deveriam se calar ou seriam seriamente punidos pelo governo. Após este incidente, não se tem mais relatos sobre alguém que tenha ousado contar ou, até mesmo, tenha conhecimento sobre esta terrível lenda.

 Para nós brasileiros esta lenda serve somente como curiosidade, pois dificilmente ficaríamos assustados com o relato de um professor que sofreu um acidente com sua turma, mas para a tradicional sociedade japonesa é algo tão amedrontador quanto história sobre lobisomens, por exemplo e causou grandes problemas entre o século XVII e meados do século XX. Historiadores modernos dizem que esta lenda, na verdade, nunca existiu e seria somente uma forma de alertar as pessoas que as palavras têm poder e devem ser respeitadas. De qualquer forma, é um jeito bem macabro de se passar a mensagem. 

Mas e você meu querido leitor, ficou curioso para saber a verdadeira Lenda? 

Um comentário: